sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

500 days of Summer

500 dias com ela???? Que tradução tosca foi essa??? Que que tem a ver com o nome original do filme?? Só os 500 dias, né?!?!? Só se for... Fora essa tradução 100% podre, o filme é MARAVILHOSO! Sério mesmo, é muito bom... Tudo bem que eu já estava com muitos bons olhos para esse filme mesmo antes de vê-lo. Mas que ele realmente é ótimo, isso é fato. O trailer já é cativante, já te dá aquela vontade de começar a ver o filme na mesma hora!!! E a trilha sonora então... Nossa! dos deuses... Sério mesmo, não dava pra ser melhor... Infelizmente ainda não tive tempo de baixar... mas farei isso o mais breve possível, provavelmente após clicar em "publicar postagem" logo aqui em baixo. Ah! Antes de assistir o filme eu já soube do final, mas tudo bem... Mas não vou contar o final pra você porque não quero ser estraga prazer... Afinal, eu sei que você tá querendo ver esse filme depois de tantos elogios... Falando em ver o filme, eu tenho uma coisa muito triste pra te contar! NÃO TÁ PASSANDO EM LUGAR NENHUM! Pra falar a verdade, eu vi no shopping metrô Santa Cruz porque é o ÚNICO cinemark de São Paulo que está passando! Dá pra acreditar?? Me revoltei quando vi que só tinha em um cinemark na maior cidade de país! É realmente um absurdo um filme tão bom desses não passar em todos os cinemas... E ainda tem mais: só tem duas sessões por dia... É vergonhoso isso. Ah! Só pra avisar: o filme não é linear, ok?? E isso que o deixa mais legal! A passagem de tempo é muito boa mesmo! E pra melhorar a Summer é a Zooey Deschanel e o Tom é o Joseph Gordon-Levitt! Lindos, não?!?!?


video

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O que eu quis ser

Li o post do Túlio e fiquei pensando naquilo que um dia já quis ser.

1. Alpinista


Sempre quis escalar montanhas por diversão! Não apenas montanhas, mas queria fazer esportes radicais, ainda quero, pra falar a verdade. Mas desisti de ser alpinista porque até hoje não entendi muito bem como eles ganham dinheiro. É patrocinador, eles tem um emprego e fazem isso de lazer... Afinal, como funciona??

2. Astronauta


Quando eu era criança eu queria pisar na Lua, hoje, eu ainda quero, mas já me contentei com a ideia de que isso não irá acontecer. Ia atrás das coisas que os astronautas faziam, como eles comiam, dormiam e tal. Até ficava pensando no que falaria quando pisasse na Lua, até hoje não encontrei uma frase no mesmo nível de "Um pequeno passo para o homem, um grande passo para a humanidade". Desisti da profissão porque ia ter que estudar muito e tinha medo do foguete pegar fogo se entrasse errado na atmosfera.

3. Caçadora de tornados


Twister, o filme, já viu? Pois então, ele ficou na minha cabeça por um longo tempo, eu realmente me via trabalhando nisso, dirigindo, de encontro com o tornado, uma caminhonete com alguma geringonça que fosse comida pelo furacão e resultasse em muitas informações importantes. Desisti desse sonho porque não tinha furacão no Brasil, pelo menos na época, e não queria morar longe da minha família, afinal tinha 10 anos.

4. Lixeira


- Mãe, já descobri o que quero ser quando crescer!
- Ah é filha, o que?
- Lixeira! (palavra dita com muito entusiasmo)
- Ah filha, mas lixeira tem que trabalhar muito, é muito cansativo ficar varrendo a rua o dia inteiro. (tom de decepção)
- Não mãe! Quero ser lixeira de correr atrás do caminhão, não de ficar varrendo a rua! Correr atrás do caminhão é mais legal!

Desisti da ideia porque tenho um certo receio de pegar no lixo, ainda mais se for alguém que não seja meu!





Obrigada pela atenção dispensada...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Modernidade e solidão

Essas duas palavras estão, no momento, muito presentes no meu dia a dia. E pra mim, elas estão intrinsecamente ligadas... Tenho ouvido muito sobre modernidade ultimamente, com certeza é por causa do livro Tudo que é sólido desmancha no ar que estou lendo. Sabe, eu li esse livro em janeiro, mas estou lendo de novo, e agora está muito mais interessante do que no começo do ano... Acho que é essa a diferença de quando você lê algo sem motivo e de quando você tem uma prova sobre o que está sendo lido...

Mas agora voltando ao tema Modernidade e Solidão... É impossível uma pessoa moderna não se sentir só, com a modernidade o induvidualismo floresce é agora reina o ditado: "Cada um por si, Deus por todos". Não vejo nisso um GRANDE problema, é apenas um problema...

Mas o problema real que eu vejo é a solidão. Às vezes é bom, claro... Mas nem sempre! Todo mundo passa por um momento de solidão, se você, meu querido, ainda não passou, se prepare porque um dia a sua hora vai chegar... Pois é, a minha chegou... Não estou falando aqui da solidão amorosa, sentimental, carência afetiva... Estou falando da solidão de estar só, sempre só, quando você faz as suas coisas e ninguém faz nada por você... E isso é resultado da modernidade! As pessoas vivem num individualismo tão grande que tudo que você precisa você tem que fazer sozinho! Não que isso seja ruim... Se todos fizessem as coisas conjuntamente, em grupo, sempre ia ter o mané que não faria nada, sempre tem!

O problema ao qual me refiro é aquele de estar sozinho no mundo, só você e Deus, ou fisicamente falando, só você e você. É bom estar sozinho, quem nunca quis isso?? Mas quando isso se torna rotina é chato, é bom ter uma companhia de vez enquando... E é isso que está acontecendo comigo... Mas o que mais me intriga é que mesmo estando sozinha na maior parte do tempo eu não consigo colocar em dia todas as minhas tarefas... Imagina se tivesse companhia... Aí é que não faria nada mesmo... Nesse momentos uma coisa triste acontece... De duas uma: ou a sua companhia vira a TV ou a comida... Pra mim estava quase sendo a comida, mas parei antes que explodisse de tanto comer! A TV é uma ótima companhia, pena que você tenha que falar sobre o que ela quer e não sobre o que você quer... Mas acho que com a TV digital alguma coisa nisso deve mudar. Eu sei quando estou no ponto crítico do meu individualismo ou solidão (não sei como você quer chamar) quando tenho vontade de levar um mendigo pra casa só pra ele me fazer companhia e poder conversar...

Esse é o problema da modernidade, perdemos aquele sentimento de união, aqueles sentimentos que só existiam nas sociedades tradicionais... Acho que pode se chamar de vínculo... Não sei... Só sei que agora uma boa companhia que arrumei foi a leitura, mas ela cansa às vezes... Ler, ler ler, tem hora que "já deu né..."

Acho que o que resolveria o meu problema seria ter um furão... Gosto tanto daquele bichinho...


Obrigada pela atenção dispensada...

terça-feira, 25 de agosto de 2009

"O pequeno príncipe"



Sabe... sempre quis ler esse livro, mas nunca tive a oportunidade! Ouvia todos dizerem que é um ótimo livro, que é fundamental que cada um leia e talz... Essa vontade aumentou quando comprei a melissa do pequeno príncipe, exatamente igual a essa aqui:







Era simplesmente o cúmulo eu usar o pequeno príncipe no pé e não saber a história dele, e eu sempre ficava me perguntando o que era aquela caixa que estava desenhada no outro pé... Dou graças a Deus por ninguém ter me perguntado a história porque eu iria passar vergonha. Me diz como alguém usa alguma coisa e não sabe nem a história daquilo?? É igual usar uma blusa do Che Guevara e não saber quem ele foi...

Pois então... agora não há mais esse problema porque eu já li o livro e é relamente muito bom! Recomendo para todos... No começo você vai achar totalemnte infantil, e é, mas no decorrer da leitura você começa a olhar a história com outros olhos... Bom demais...

E o que mais me surpreendeu foi que eu pensava que eu iria demorar meses pra ler "O pequeno príncipe", mas afirmo por experiência própria que em menos de uma hora você consegue ler... É bem rapidinho, dá até vontade de ler tudo de novo. Eu, na verdade, não li tudo de novo, só algumas partes!!!

Então fica aqui a indicação da leitura... Se quiser eu empresto, mas, pra mim, é o tipo de livro que é bom ter na biblioteca...

Obrigada pela atenção dispensada...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

O Toddy de cada dia!


Primeiramente: se você não gosta de toddy pare agora mesmo de ler e vá para outra página!!! Simplesmente é um absurdo alguém que não goste de toddy! É a mesma coisa que não gostar de chocolate... Não dá pra entender... Posso entender todos os tipos de gostos, mas quem não aprecia um bom leite com toddy é inteiramente demente!

Agora ao meu lado há um copo de 500 ml vazio... Nem preciso dizer o que havia nele antes né?? O toddy é tão importante na minha vida que ele merece um post exclusivo, não é qualquer um que me acompanha há 20 anos! E sabe quando vem aquele cheiro de copo que tinha toddy mas que agora não tem mais???? Hum... E nem adianta me enganar, já passei por vários testes: sei quando não é toddy só de olhar os pózinhos, mesmo quando colocam outro achocolatado dentro do pote de toddy, só de ver a cor do leite, só de ver a espuma, só de sentir o cheiro, nem preciso falar do gosto, né?!?! Se existisse somelier de toddy eu seria e pessoa ideal! E esses novos toddys aí tão tudo por fora... tem várias invenções, com aveia, com chocolate suíço, italiano... o light até que é mais ou menos. O bom mesmo é o original de tampa amarela, melhor ainda se for o pote econômico (500g).

Agora os pontos ruins do toddy, porque não sou uma consumidora bitolada: bom, a pior coisa é o comercial, com aquelas vaquinhas toscas, depois disso vem as calorias, e, depois, o preço. Se tiver mais algum ponto negativo me diga por favor!

E agora tenho que esclarecer que graças ao toddy eu não sou uma pessoa... vamos dizer assim... esbeeelta! Sabe como é né... Tenho evitado tomar toddy, mas leite com nescafé está bem abaixo dessa substância fenomenal que deveria ser considerada a oitava maravilha do mundo! Afinal, quando sua mãe prepara aquele leite com toddy pra te levar na cama NÃO TEM COMPARAÇÃO!! Mas isso só nas férias. Uma coisa eu digo: se tenho pochete o toddy tem a maior parcela de culpa!!


Obrigada pela atenção dispensada...

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Tomates verdes fritos

Sabe Deus porque eu sempre achei que o clássico Tomates verdes fritos era um filme de terror. Desde criança quando ouvia "Tomates verdes fritos" imaginava um monte de tomates gigantes com dentes afiados que iam atrás das pessoas e destruiam a cidade inteira! Não sei o porquê dessa imagem, só sei que numas dessas madrugadas vendo TV vi que estava passando esse filme, criei coragem pra ver, afinal é um filme famoso que sempre tive vontade de ver. Bom, estava com o controle a postos para caso ficasse com medo poder mudar de canal rápido, mas não precisou. Para minha surpresa o filme é um drama e não existem tomates gigantes e assustadores! Até conferi pra ver se estava vendo o filme certo e estava!

O filme é simplesmente muito bom mesmo! Teve duas indicações ao Oscar, sabia?!?! Pois é. Bom... a história é contada por uma velhinha e quem ouve é a Kathy Bates (que muda completamente no decorrer do filme), é sobre duas amigas, uma bem diferente da outra. Uma era independende e não levava desaforo pra casa, outra apanhava do marido e não fazia nada e também fala sobre preconceito contra negros. Tem um mistério no filme que é quem matou um cara lá, mas eu não vou contar quem morreu e quem matou se não perde a graça e você TEM que ver esse filme (se quiser saber quem morreu o google conta)! Mas o mais legal é o que fizeram com o corpo do homem que morreu, é muito bom, ninguém podia imaginar!!



O único problema foi que vi o filme dublado, mas mesmo assim foi maravilhoso e eu recomendo! E vê se assiste o filme, viu!?! Ele é velhinho, de 1991, mas acho que dá para fazer download.

Ahhhh! Acabei de descobrir que antes do filme fizeram o livro! Eu quero!





Obrigada pela atenção dispensada...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

A fazenda


Sabe como é né! Enquanto via O aprendiz univesitário passava propaganda desse novo reality show da Record, por sinal, propaganda péssima, acho que até eu faria melhor. Não estava esperando muita coisa dessa "imitação de BBB9" só que rural. Mas ontem eu, por um infeliz momento, vi uma parte da apresentação do programa e tenho que confessar que superou minhas espectativas. Não todas, é claro, afinal era óbvio que os prometidos famosos não seriam tão famosos assim. Fora esse detalhe, tem coisinhas interessantes até, mas nada que faça eu perder meu tempo durante uma parte das minhas noites.

Ontem eu li no Estado de S.P. que domingo(7/6) vai começar na Globo um novo reality show para ela não perder muita audiência pra a Record. Vai ser bem diferente do BBB e será apresentado pelo Paulinho Vilhena, não consigo imaginar isso, mas tudo bem... O nome vai ser Jogo Duro e será mais parecido com No limite, que pode voltar no segundo semestre do ano! Vamos esperar para ver, ne?!

Vou parar por aqui porque isso tá parecendo mais uma coluna de fofoca do que outra coisa.

Obrigada pela atenção dispensada...

domingo, 10 de maio de 2009

Miss Brasil 2009

Primeiramente devo falar a verdade: não vi o programa inteiro porque ia acabar quinze pra uma da madrugada e nos domingos tenho que acordar cedo.

Depois dessa observação digo meus comentários...

Bom, eu vejo praticamente todos os anos o Miss Brasil e já faz uns anos que escuto o mesmo comentário de pessoas diferentes: "Na minha época o Miss Brasil fazia muito sucesso, parava todo o Brasil para poder ver, a cidade inteira comentava... Hoje ninguém mais dá importância". E isso é verdade, concorda? Eu tenho uma dúvida: sempre passou na Band ou antes era em outro canal?? Bom, não sei, só sei que quando eu era criança as pessoas davam muito mais importância pra esse concurso... Sei que, de certa forma, é uma futulidade, mas acho que mesmo não sendo de grande importância no âmbito econômico e social devemos dar uma parcela do nosso tempo para esse concurso.

Tudo bem que tem muita enrolação, tem que ver as vinte e sete mulheres de traje de gala, depois as vinte e sete de biquini para então escolhar as quinze finais... Só aí deu uma hora e haja paciência... Depois sei que tem traje típico, sem falar da miss simpatia (que na minha opinião deveria ser a mais feinha, só para ela não ficar triste), mostra as misses no spa e mó perda de tempo! E não podemos esquecer que na hora do traje de gala tem que falar das pedrarias, jóias, tecidos, seda manchado, bibibi, bóbóbó... Acho que descobri porque não tem mais tanta aundiência... Afinal, é tão... LEGAL! Cruzes!

Só sei que eu não posso ser miss porque não tenho altura, e mesmo que tivesse, só depois de um regiminho básico!




Ah! E se caso você queira saber, quem ganhou foi a miss Rio Grande do Norte... Raro, né? Uma nordestina bonita?! Hahahahahhah! Brincadeirinha, tem a Ivete Sangalo e a Cláudia Leitte que provam que nordestina bonita existe!!!! Mas eu não posso falar nada... Caiçara bonita também é raro!




Obrigada pela atenção dispensada...

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Moulin Rouge

Vou confessar que nunca tive vontade de ver e que quando vi pela primeira vez vi só algumas cenas e não entendia como as pessoas podiam gostar desse filme. Pois então, agora eu sou uma dessas pessoas que gostam desse filme. Genteeee! É muito bom, e o melhor é quando você pode cantar as músicas junto... Tenho trabalhado nisso ultimamente...

Vi esse filme porque meu grupo teve que fazer uma resenha sobre algum filme e esse foi o escolhido, e devo dizer que a resenha ficou muito boa, viu?! Mas não vou colocar aqui porque ficou bem grandinha.

O filme é um musical, tem a Nicole Kidman, como Satine, e o Ewan McGregor, como Christian, ela faz o papel de uma cortesã, pra não falar prostituta e adivinha só?? Ele se apaixona por ela! Clichê? Mas é demais do mesmo jeito! São as músicas que contam o filme, não tem muitos diálogos, tem um exagero maravilhoso de cores e o casal tentando esconder o romance é muito lindo! O filme é romântico, cômico e irônico, tudo ao mesmo tempo!

Bom, todas as músicas são maravilhosas, mas a minha preferida é "We could be herooooooes, forever and eveeeeer". A música original é do David Bowie, mas a música do filme é bem mais legal, se quiser ver, é pra isso que o youtube serve! Hihi!



Obrigada pela atenção dispensada...

terça-feira, 7 de abril de 2009

BBB 9

Olha, talvez não seja uma boa idéia escrever um post dedicado ao BBB 9 porque esse programa faz parte da indústria cultural, não acrescenta muita coisa ao intelecto dos espectadores e é uma verdadeira humilhação assumir que eu via big brother.

Finalmente acabou, foi bom enquanto durou, mas tem coisas melhores, na minha opinião, para a Globo passar como "A grande família", "Profissão repórter" e agora vai estreiar uma série nova chamada "Força-Tarefa", que parece ser bem boa!

Vocês viram? O Max ganhou! Ver big brother nem é tão ruim, acho que o problema é quando a pessoa se envolve demais com o programa e só pensa naquilo, mas isso pode acontecer com qualquer programa. E é bom quando você não quer pensar em nada, ligar a tv e ver uma coisa fútil que não vai influenciar na sua vida. As pessoas precisam desligar o cérebro de vez enquando, o problema é que a maioria das pessoas vivem com o cérebro desligado!

E vai me dizer que você nunca se imaginou lá dentro do BBB, como você agiria e essas coisas?? Se disser que nunca pensou nisso é mentira porque todo mundo tem uma vontade, por menor que seja, de participar e ganhar um milhão. Talvez a vontade seja só pelo um milhão, mas que você já se imaginou lá dentro é fato! E não precisa se envergonhar disso porque é natural...


Bom, é isso! Espero não ver o BBB 10. Mas eu sempre penso isso e começo a ver no final! Mas a esperança é a última que morre, vai ver até o ano que vem eu tomo vergonha na cara e paro de assistir esse tipo de coisa.



Obrigada pela atenção dispensada...

sexta-feira, 27 de março de 2009

Livros de 2008

Como sugestão, a Bia falou pra eu postar sobre os livros que li em 2008, pois aqui está:

O livro de ouro da mitologia (3 estrelas) - indicado pelo meu namorado, se você gosta do assunto, é bem legal!
Melancia (4 estrelas) - indicado pela minha irmã, é bem legal!
Caçador de pipas (5 estrelas) - preciso falar alguma coisa? Quem não leu tá perdendo.
Travessuras da menina má (5 estrelas) - indicado pela Bia, é muito bom mesmo!

Confissão de Lúcio (4 estrelas) - li de curiosa, é do Mário de Sá Carneiro e é bem legal.
Adeus ano velho (4 estrelas) - li para a faculdade, é bom pra saber mais de como é ficar paraplégico
Rota 66 (3 estrelas)- esperava mais, o abusado é bem melhor
O corpo fala (3 estrelas) - todo mundo falava desse livro, mas não consigo usar muito ele no meu dia-a-dia.

Teve mais, só que foram pra faculdade, o mais legal desses foi A vida que ninguém vê, os outros eram mais técnicos e talz.

E você, me indica algum?!?


Obrigada pela atenção dispensada...

quinta-feira, 12 de março de 2009

Letroca e Parking Lot 2

Sabe, eu até tenho bastante coisa pra fazer, mas um momento de lazer é sempre bem vindo, não? Pois então, quando não tenho nada pra fazer fora de casa eu fico lendo alguma coisa, mas tem vezes que não dá tempo de ler um capítulo inteiro do livro e eu evito parar no meio do capítulo e perder o fio da meada. Então eu pego o celular, ligo o rádio e fico jogando paciência! Já viciei, acredita?! Pois é, agora eu deixo de fazer coisas importantes pra ficar jogando paciência no celular, vê se pode!? Já bati todos os meus recordes, minha pontuação está cada vez melhor!


Fora isso eu já estou viciada em freecell, já faz parte da minha rotina. Antes de desligar o computador eu tenho que jogar freecell, o pior é quando eu perco, aí eu não paro de jogar até ganhar uma partida!


Ano passado descobri um jogo muito bom! Na verdade eu não descobri, a Bia, minha amiga com quem moro, me falou dele, é o Letroca! É muito bom, mas vicia também! Por isso já vou avisando antes que você clique aqui e comece a jogar! Se você clicar, vai no canto esquerdo da página e clica em Letroca (tá em verde)! No jogo você tem que formar palavras com as letras que eles dão, mas não pode ser nome próprio nem verbo conjugado! É muito bom, mas tem que jogar com tempo porque fica mais emocionante! Tudo bem que tem vezes que tem umas palavras meio desconhecidas como "laca" e coisas do tipo! Semestre passado na aula de TREP (Técnicas de Reportagem, Entrevista e Pesquisa) todo mundo jogava porque nao tinha nada pra fazer, só o computador na sua frente!


O outro jogo é o Parking Lot 2, que você tem que estacionar o carro com as setinhas do teclado! É bem legal, mas depois que você chega no final fica sem graça porque acabou, você já passou por todas as fases! Mas é bem legal, faz bastante tempo até que eu não jogo! Esse foi indicação do meu namorado e pra quem quiser, tá aqui. No jogo eu sou uma boa motorista, mas na vida real.... Sabe com é, né...


Esses jogos são viciantes! Mas talvez o problema esteja comigo, eu vicio muito fácil, tanto em jogos quanto em séries... Ainda bem que quando fui ao cassino não ganhei nada (pelo contrário, perdi bastante) porque se não ia viciar também...


Bom, agora eu não sei qual eu vou jogar! São quatro e vinte da madrugada e eu não consigo dormir... E isso tá começando a se tornar um hábito! Se tiver alguma sugestão do que fazer quando se tem insônia me diga porque vai ser bem útil!






Obrigada pela atenção dispensada...

sábado, 7 de março de 2009

O leitor


Se você não viu esse filme corre pra ver! Você está perdendo, abre outra aba e já vê qual é o próximo horário no cinema mais perto de onde você está! Sem brincadeira, esse filme é muito bom! É bem triste, chorei muito (talvez porque estava na tpm), mas vale muuuuuuuito a pena ver! Não é a toa que a Kate Winslet ganhou o Oscar de melhor atriz por esse filme, mesmo eu achando que a Jolie merecia bem mais por sua atuação em "A troca". Mas a Kate Winslet se entrega de corpo e alma ao papel, foi perfeito pra ela!

Bom, a história é sobre um menino que se apaixona por uma mulher mais velha, que trabalha como cobradora de bondes, eles tem um caso durante um verão e ela sempre pedia pra ele ler alguns livros pra ela. A continuação eu não vou contar porque você tem que ver esse filme!

Ele é do mesmo diretor que "As horas" e o roteiro é de David Hare, é situado na Alemanha e trata das consequências do Holocausto na vida das pessoas que participaram dele dos dois lados, tanto os judeus como os alemães. Mas, pra mim, o tema central do filme é a vergonha, o medo da humilhação... E no final, fala da superação também!

Bom, é isso... Não deixe de ver...



Obrigada pela atenção dispensada...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

O curioso caso de Benjamin Button


Estava ansiosa para ver esse filme, realmente é muito bom e foi indicado ao oscar por melhor filme! Eu tinha muitas espectativas para esse filme e elas foram totalmente correspondidas. Gostei que tudo é feito em forma de flash back, acho que isso te prende mais ao filme! Sem contar na perfeição do Brad Pitt e da Catherine Blanchett quando estavam velhos, muito bom mesmo o filme! O final é previsível, mas isso não torna o filme ruim, mesmo sabendo do final na metade do filme continuei a ver com quase a mesma espetativa do começo, queria ver como ia ficar a Catherine mais velha e o Brad Pitt mais novo.

A história é sobre um menino que nasce velho e, ao contrário de envelhecer como todo mundo, vai ficando mais novo de acordo que o tempo vai passando. Deu uma certa aflição ver o bebê com aparência de velho, mas é bem interessante ver ele crescer e passar por todas as fases da vida inversamente, da velhice pra juventude e, depois, pra infância.
Achei engraçado o bebê ter as doenças corporais dos idosos, como artitrite e tal, e depois quando ele está velho, mas com aparência de criança, ele começa a ter as doenças mentais dos idosos, como perda de memória e outras...

Bom, recomendo muuuuuito esse filme, vale muito a pena ver! Mas pra mim valeu mais a pena porque o ar condicionado da sala do cinema estava quebrado e ficamos só com a ventilação, e por causa disso ganhei uma entrada grátia pra outro filme!



Obrigada pela atenção dispensada...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

WWF - Pegada ecológica

Nunca tive nada contra a WWF, pra falar a verdade não tenho nada contra até agora. Mas fiz um teste pra saber o que seria da Terra se todas as pessoas tivessem um comportamento ecológico igual ao meu e a WWF me disse que a Terra não sobreviveria se todos fossem iguais a mim! Sabe, eu não sou um monstro, eu separo o lixo reciclável, não demoro muito no banho, não jogo lixo no chão (lixo sempre no lixo), fecho a torneira enquanto escovo os dentes, utilizo transporte coletivo e até não gosto muito de ar condicionado! Mas segundo eles: "Nesse ritmo o planeta não vai aguentar!" (Estava com trema, mas estou tentando me enquadrar no novo acordo ortográfico) E além disso "se cada pessoa no planeta adotasse o meu estilo de vida, seriam necessárias três terras para suprir as necessidades da humanidade". Vai ser exagerado assim desse jeito com outra pessoa, mas comigo não!

Mas sabe porque estou tão mal? Porque os alimentos que eu como vem (sem acento) em embalagens ou são pré-produzidos! HAHAHHAHAHAHHAHA! Acho que eles querem que eu tenha uma horta em casa! Não seria uma má ideia (meu Deus! sem acento), mas as plantinhas iriam morrer porque eu sempre esqueço de dar água pra elas! Outro motivo pra eu ter ido mal: eu não sou vegetariana! HIHIHI! Eu sabia que um dia isso iria me prejudicar. Quando eu era criança eu queria ser vegetariana, mas minha mãe não deixou, disse que não ia fazer comida especial só pra mim! Ah! Eu também fui ruim no teste porque não adianta apenas separar o lixo reciclável, além disso o lixo orgânico tem que ser encaminhado para compostagem! Você sabe onde é feita a compostagem do lixo?!?! Pois é, eu não sei!

Ajudaria no quiz se eu nunca tivesse andado de avião, se não usasse o microondas (fica separado de acordo com a nova regra?) e se eu tivesse uma casa com menos de 50 metros quadrados!

Bom, se você quiser fazer o falso teste clica aqui, mas lembre-se: se quiser ir bem escolha sempre a última alternativa!


Obs.: eles avisam que o resultado é elaborado através de um simples cálculo!


Obrigada pela atenção dispensada...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Serviço argentino

Bom, todos sabemos que a Argentina tem inúmeras coisas ruins, mas mais uma entra para minha lista. Já tinha ouvidos comentários brasileiros sobre a qualidade dos serviços prestados pelos trabalhadores portenhos, mas nunca tinha comprovado. Pois saibam, é péssimo, muito péssimo. Os dois principais são os caixas do supermercado e os garçons. Tudo bem, em relaçao aos caixas do supermercado até dá pra entender o motivo da lerdeza deles, afinal além de fazer os que os caixas brasileiros fazem eles também tem que empacotar tudo. Então eles passam o produto pela maquininha do código de barras, a maquininha faz o bip e aí eles colocam na sacola, é demorado o processo, mas não vi ninguém se esforçando pra agilizar isso. Agora me diz, o cliente não pode empacotar pra ser mais rápido? Porque enquanto o caixa faz isso o cliente fica parado com cara de bunda, sem fazer nada. Ou então o supermercado pode contratar alguns empacotadores, tem muito disso no Brasil. E pra completar a brincadeira, o supermercado tem uns 40 caixas mas apenas 20 estão aberto!!! Ok, estamos passando por um momento de crise e precisamos conter as dispesas, mas não sei se alguém reparou nas filas nem um pouco agradáveis, elas estão lá e não são pequenas... Ou seja, além de poucos caixas, temos caixas lentos, uma verdadeira diversão!

E em relação aos garçons, não fique triste se ele demorar pra te atender, outro dia ele chegou só depois que fez dez minutos que estávamos sentados. Mas isso é normal por esses lados... Nesse último caso o lugar era gigante e só tinha uma garçonete, mas estava bem vazio, não entendi a demora! Então, caso queira ser atendido com rapidez, sente-se perto de onde os garçons ficam e num lugar bem visível, mas mesmo assim não tenha tanta esperança, porque não vai mudar muita coisa!



Bom, é isso!!! As coisas aqui não são as mil maravilhas, mas que lugar é!?!



Obrigada pela atenção dispensada...

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

True Blood

Pois é, agora além de ter que esperar a próxima temporada de Prison Break vou ter que esperar a próxima de True Blood. Comecei a ver essa série semana passada e já acabei, é bem legal! Fala sobre vampiros e a Anna Paquim, personagem pricinpal - Sookie Stackhouse, ganhou um globo de ouro por essa série! Bom, na série os vampiros tentam ter os mesmos direitos que os humanos, tens uns vampiros que são maus e outros que são bons. E adivinha... A Sookie se envolve com um vampiro e aí começa a ter um monte de assassinatos na cidade de Bom Tomps. Sem contar que a Sookie consegue ler os pensamentos dos outros... Eu sempre quis ter esse poder, mas não sei se quero, ia ouvir muitas coisas desagradáveis, eu acho que prefiro ser normal e só ouvir os meus pensamentos, que já são muitos...

Na série, o Japão inventou um sangue sitético, então os vampiros não precisam mais matar pessoas pra se alimentar, mas tem alguns vampiros que dizem que o sangue de verdade é melhor que essa bebida, e os vampiros que tomam o sangue sintético tomam a 37 graus celsius porque é a temperatura do corpo humano! Legal, né?! Na série tem essa e muito mais coisas diferentes relacionadas a vampiros...A série é realmente muito boa, tem uns personagens muitos suspeitos e dá vontade de não parar de ver!!! Se você quiser baixar, tem os episódios na comunidade do orkut, mas se você for ver não leia os tópicos da comunidade porque as pessoas contam o que acontece, então só leia os tópicos de ver toda a primeira temporada! E a segunda temporada só começa no meio do ano e passa na hbo, ou seja, vou ter que baixar da internet porque não tenho hbo! Enquanto isso fico aqui esperando a próxima temporada.






E, sobre a viagem, está muito legal e bem quente também, o único problema é que estou com saudades de todo mundo, da minha família e principalmente do meu namorado...

Obrigada pela atenção dispensada...

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Tigre


Tigre? Não, não estou falando sobre o animal, Tigre é uma cidade aqui perto de Buenos Aires. Pra ir lá peguei um trem que passa por várias cidades na costa do Rio de la Plata, pode-se descer em todas, mas desci apenas em San Isidoro, que é bem legal, parece aquelas cidades do interior e, se fosse pra escolher um lugar para morar na Argentina escolheria San Isidoro em vez de Buenos Aires, é bem mais tranquila, pacata, com umas casas lindas e tem um mini shopping muito legal e uma feirinha também muito boa, mas que na verdade vendia coisas não muito úteis como facas feitas a mão (é melhor que a feita industrialmente?), fantoches, roupas para barbie, incensário... Nada de suma importância para mim. E em Tigre tem uma igreja na qual gravaram o filme "O filho da noiva", filme que ainda não vi, mas vou ver logo porque meu irmão comprou ontem.

Bom, em Tigre fiz um passeio de barco pelo rio Tigre, e na beira do rio tem várias casinhas, tipo casa de praia, sabe?? E cada casa tem um mini dique para o dono entrar ou sair do barco! Bem legal! Tudo bem que o rio é marrom, por causa do barro, mas o povo se diverte na água, como se fosse uma beleza de mar, tem até ondas que os barcos fazem quando passam! E no decorrer do rio tem alguns barcos desativados, velhos, sem uso, enferrujados que ficam na água fazendo sabe Deus o que, talvez deixando a água mais marrom, mas é bem interessante... Lá também tem um parque de diversões chamado Parque de la costa que é tipo um hopi hari, mas não fui nesse parque...

Bom, foi um passeio bem legal, o único problema foi que no barco que fiz o passeio pelo rio tinha criança de mais! Eu gosto de criança, mas tudo tem um momento adequado, até para choro e gritaria infantil! E também tinha uma gringa que não calou a boca um minuto durante a uma hora de trajeto pelo rio, não sei como as outras duas gringas aguentaram, mas foi bom porque vi que meu inglês está melhor do que imaginava...

Obrigada pela atenção dispensada...

sábado, 10 de janeiro de 2009

Hipódromo de Palermo


Palermo?? Um bairro de Buenos Aires. Hipódromo??? Acho que você sabe o que é, onde tem corrida de cavalos... Então, fui lá na sexta e foi bem legal! Na verdade poderia ter sido melhor, porque perdi seis pesos... Mas valeu a experiência... Sabe, realmente não nasci pra apostas, apostei em 3 corridas e não ganhei em nenhuma... Talvez Deus não tenha me dado essa habilidade de propósito, eu poderia viciar e perder todo meu dinheiro nisso... Hihihi!

Meu irmão já tá virando expert! Ganhou 29 pesos, tudo bem que perdeu 20, mas já saiu no lucro... Ele me ensinou tudo que sabia sobre as apostas, e até que era bastante coisa. Tem que comprar uma revistinha que vende na entrada e que fala sobre todos os cavalos de cada corrida. A revistinha é meio difícil de entender, mas da pra saber quem são os melhores, na verdade, tá escrito o número dos favoritos... Tipo que a revistinha errou algumas vezes, vamos dizer que errou em duas das tres que joguei... Mas é maldade falar isso da revista, eu que não tive sorte. A revista dava o número dos três preferidos da corrida, eu apostava em um, meu irmão em outro e o cavalo que ganhou, por duas vezes foi o que nenhum de nós apostou.

Lá no hipódromo tem um monte de velhinhos que devem ficar lá o dia inteiro gastando toda a aposentadoria! E olha que eles ficam bravos quando perdem... Falam que robaram, que tá tudo errado, não acreditam nem na fotografia que mostra o momento decisivo, sabe? Mas essa é a parte mais engraçada!!!

Obrigada pela atenção dispensada...

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Ônibus argentinos


Na minha cidade natal, Santos, não há muitos problemas em relação aos ônibus, eles são novos e limpos, porém custam R$2,40. Um pouco caro, afinal a cidade nem é tão grande assim! Para mim, o melhor ônibus de Santos é o 4! Gente, você não espera mais de 10 minutos por ele, só se tiver muito azar... Sempre acontece: o ônibus acabou de sair do ponto quando você chegou, mas nada que uma corridinha não resolva, e faz bem para saúde também! Mas em compensação o 194 demora séculos, e adivinha qual eu mais utilizo?!?! É claro que é o 194... Sempre que estou no ponto esperando por ele parece que estou pagando meus pecados...

Então, ontem peguei o 124 aqui em Buenos Aires para voltar pra casa, fui pro punto de omnibus e tinha uma filinha básica de pessoas esperando o ônibus, achei normal... Aí depois de uns cinco minutos esperando o povo começou a se indignar por causa da demora... Tudo bem tinha passado uns quatro ônibus número 37, mas esperar cinco minutos por um ônibus, na minha concepção, é normal! Bom... Depois de mais cinco minutos e mais quatro ônibus 37 passou o 124! E quase que a fila gigantesca cantou aleluias, afinal, onde já se viu esperar dez minutos por um ônibus, só no Brasil mesmo!!!
Em relação aos omnibus daqui, eles são, vamos dizer.... Péssimos!! Tudo bem, a passagem é só 90 centavos de peso! Mas convenhamos que um pouquinho de limpeza não faz mal a ninguém...

Ps: desci no ponto errado! Rsrsrsrsrs! Normal, né?!?!


Obrigada pela atenção dispensada...